Pastoral Familiar – – Arquidiocese de Montes Claros, MG.

Em defesa da família e da vida.

Câmara Municipal – Montes Claros – urgente

Posted by pastoralfamiliarmoc em 23 de junho de 2015


Amigos, o assunto é seríssimo e trás consequências desastrosas para a sociedade. A manhã, quarta-feira, dia 24 de junho, às 08:00h, será votada na câmara municipal o Plano de Educação para o nosso município. Peço que divulguem EM CARÁTER DE URGÊNCIA o apoio as pessoas que querem o bem de nossa sociedade.

Abaixo a posição da Pastoral Familiar da Arquidiocese de Montes Claros sobre o assunto.

Pedimos seu apoio pessoal. Se conhece algum vereador se posicione  para ele de forma a não aprovar tal absurdo.

Obrigado

Eduardo Storino

PASTORAL FAMILIAR – ARQUIDIOCESE DE MONTES CLAROS

Exmo. Senhor Vereador

Câmara Municipal de Montes Claros

A Pastoral Familiar da Arquidiocese de Montes Claros, que tem como objetivo a defesa da família e da vida, vem fazer um apelo a V.Exa. para que ao votar o Plano de Educação do Município recuse qualquer referência ao termo “IDEOLOGIA DE GÊNERO” ou outro que indique orientação sexual, como já tem acontecido em outras Câmaras Municipais.

Justifica que :

a) Esse processo não pode ocorrer sem a participação dos principais interessados, pais e educadores e que a não participação da sociedade na escolha do modelo de educação fere o direito das famílias de definir a educação que desejam oferecer a seus filhos.

b) Caso essa Câmara aprove a “ideologia de gênero” nas escolas, acontecerá que todas as nossas crianças deverão aprender que não são meninos ou meninas, e que precisam inventar um gênero para si mesmas. Para isto receberão material didático destinado a deformarem sua identidade. E isto seria obrigatório por lei. Os pais que se opuserem, poderiam ser criminalizados por isso.

c) A “ideologia de gênero” afirma que ninguém nasce homem ou mulher, mas deve construir sua própria identidade, isto é, o seu gênero, ao longo da vida.

d) O Distrito Federal, todos os Estados e Municípios do Brasil são obrigados pela Lei 13.005 de 25/06/14 a apresentarem seus “planos estaduais” e “Municipais de educação”, incluindo a “ideologia de gênero”.

e) Quando a criança nasce, não deve ser considerada do sexo masculino ou feminino, depois ela fará essa escolha.

A Pastoral Familiar , representando todas as famílias, apresenta o seu posicionamento contrário à inclusão dessa ideologia, fazendo um apelo ao Senhores vereadores para que não coloquem o termo “gênero” e “orientação sexual” em nenhum artigo ou parágrafo e nem nas metas do Plano de Educação Municipal.

Acreditamos nas palavras bíblicas: “Deus criou o homem à sua imagem; criou-o à imagem de Deus, criou o homem e a mulher.” (Livro do Gênesis, 1-27) e manifestamos o nosso repúdio a essa proposta, que visa destruir a família e a sociedade, tema inoportuno numa hora em que o nosso país passa por um clima de incredibilidade, corrupção e violência, caos na saúde e na educação e que os governantes deveriam estar mais preocupados com a atual situação e não com inclusões nas leis , que visam desestruturar a família, criada por Deus e base de toda a sociedade.

Confiados em que o digno vereador atenda a essa manifestação legítima, apresentamos nossos agradecimentos e nosso votos de sucesso em seus trabalhos.

VIVA A FAMÍLIA E A VIDA!

Montes Claros, 23 de junho de 2015.

Pastoral Familiar da Arquidiocese de Montes Claros

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: